quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Quanto Custa ?

Por vezes, antes de qualquer investimento,
fazemos essa comum e mui conhecida pergunta:
Quanto custa?

Claro que pensar isso nos remete ao plano da
matéria, da coisa, do pragmatismo e do utilitarismo...
mas, quanto nos custa o afeto?

Quanto nos custa amar e ser amado...
quanto nos custa um carinho e uma atenção?

Se acaso se aborrece em pensar assim,
ou já se conjectura uma visão da prostituição das relações,

Questiono assim: quanto temos investido nos afetos que buscamos?


Nenhum comentário:

Postar um comentário