sábado, 7 de agosto de 2010

Dia dos Pais


Eu o perdi há 16 anos...

O título de temporão foi meu maior inimigo,
pois minha irmã mais velha já tinha mais de
40 anos e eu menos de 30 quando ele partiu.

levei 6 meses pra sepultá-lo, pois não tive a
oportunidade de fazer os ritos de despedida...
Me atrasei...

Numa certa noite, oniricamente, me despedi.
Foi bom, saudoso e amigável: as coisas entre
nós estavam bem resolvidas.

Depois disso, em fortes momentos de impasses,
ou intensas conquistas, produzia sonhos em que
nós estávamos juntos, felizes porisso...

Meu pai nunca morreu, ele só fugiu para os meus
sonhos...
tenho saudades dele...

Nenhum comentário:

Postar um comentário